Anastasia assina convênio que destina R$ 60 milhões para o metrô

Amália Goulart - Hoje em Dia
16/04/2013 às 20:05.
Atualizado em 21/11/2021 às 02:53

O governador Antonio Anastasia (PSDB) assinou convênio com o ministro das Cidades, Aguinaldo Ribeiro, um convênio para viabilizar a liberação de R$ 60 milhões do governo federal para o metrô de Belo Horizonte. O dinheiro será utilizado para contratar o projeto executivo das três linhas do trem urbano na capital mineira. A linha 1 será modernizada. As duas outras ligarão a Lagoinha à Savassi e o Barreiro à estação Nova Suíssa.

Para construir e ampliar as três linhas serão necessários investimentos da ordem de R$ 3 bilhões. De acordo com o secretário de Obras de Minas, Carlos Melles (DEM), serão R$ 1 bilhão do governo federal, R$ 750 milhões do Estado e o restante das prefeituras e da iniciativa privada. “A oficialização dos recursos do metrô começa hoje”, afirmou. Melles admitiu que antecipou a sondagem do solo para a linha 3, que vai da Lagoinha à Savassi.

Buracos no subsolo foram feitos na época da campanha eleitoral que reelegeu o prefeito Marcio Lacerda (PSB), apoiado pelo Estado. “Diria que, bem colocado, para não ser mal interpretado, antecipamos um pouco a sondagem, a contratação do projeto, para que o governo federal acelerasse”, disse. Segundo ele, com a liberação da verba pela União, os projetos executivos serão contratados até o fim do ano.

O acordo foi assinado na presença da presidente Dilma Rousseff (PT) e do governador Antonio Anastasia (PSDB) que, apesar de adversários políticos, dividiram palanque em Ribeirão das Neves.

Compartilhar
Ediminas S/A Jornal Hoje em Dia.© Copyright 2022Todos os direitos reservados.
Distribuído por
Publicado no
Desenvolvido por