O senador Antonio Anastasia e o deputado federal Domingos Sávio, ambos do PSDB, negaram que estejam conversando com o vice-presidente Michel Temer (PMDB) para a formação de um futuro governo, caso a presidente Dilma Rousseff (PT) seja cassada no processo de impeachment que foi aberto no Congresso Nacional. As declarações foram dadas na manhã desta sexta-feira (11), durante a inauguração da reforma da Casa JK, a sede do diretório estadual do PSDB mineiro.

O senador foi seco na resposta, e disse que não tem conhecimento. Já o deputado concordou com Anastasia, e explicou que o PSDB conversa com setores da aliança eleitoral de Dilma, mas que já se manifestam como oposição.

"Hoje nós conversamos com algumas lideranças do PMDB que também estão inconformadas com o desgoverno. E isso ficou evidente na votação que tivemos na Câmara (na última terça-feira, quando a chapa oposicionista venceu a governista, na eleição da Comissão Especial do Impeachment). Votaram com a oposição dezenas de deputados do PMDB", afirmou Domingos Sávio.