O presidente da Assembleia Legislativa, Dinis Pinheiro (PP), definiu o ano de 2013 como um divisor de águas na história do Legislativo, pela aprovação da emenda constitucional que eliminou as hipóteses de voto secreto no âmbito estadual. “A medida terá efeito pedagógico de longo alcance”, disse ele, durante reunião de encerramento dos trabalhos legislativos na tarde desta sexta-feira (20). 
 
Dentre os temas que mereceram a atenção dos parlamentares estão matérias ligadas a servidores, Copa do Mundo, cultura, tecnologia, educação, meio ambiente, mobilidade urbana, superação da pobreza, direitos de idosos e de minorias.
 
A deputada Ana Maria Resende (PSDB) cita o fim do auxílio-moradia para os deputados, a política para população de rua, a criação da Comissão da Verdade, o Estatuto das Micro e Pequenas Empresas e o novo Código Florestal como importantes matérias aprovadas na Casa.
 
Vanderlei Miranda (PMDB) ressalta a instituição da Comissão de Prevenção e Combate ao Uso do Crack. André Quintão (PT) destaca os avanços do Parlamento na aproximação com a agenda de políticas públicas de combate à pobreza, como projetos referentes ao Sistema Único de Assistência Social (Suas), à Bolsa Reciclagem e ao Fundo Estadual do Idoso.
 
Para Bonifácio Mourão (PSDB), os projetos mais importantes foram o reajuste do subsídio da educação, a gratuidade do transporte para os idosos, o aperfeiçoamento da lei orgânica da Polícia Civil e a reforma administrativa do Estado.
 
Adelmo Carneiro Leão (PT) disse que o Assine + Saúde, a renegociação da dívida dos estados com a União, o Cidadania Ribeirinha e o combate às drogas foram os grandes temas.