A assessoria do ex-deputado Roberto Jefferson (PTB-RJ), que cumpre pena deste a noite da última segunda-feira (24), no Instituto Penal Coronel PM Francisco Spargoli Rocha, em Niterói (região metropolitana), ironizou nesta sexta-feira (28), no Twitter, a notícia de que presos do mensalão que estão na Penitenciária da Papuda, em Brasília, têm regalias e tiveram direito a uma feijoada, não servida a outros detentos.

"Informação da assessoria: preso há cinco dias, Roberto Jefferson não pôde ainda receber a visita de qualquer familiar. Que dirá comer feijoada", diz o texto publicano na manhã de hoje no Twitter de Jefferson, que tem sido abastecido por assessores todos os dias.

Na noite de ontem, os assessores, respondendo a um internauta que perguntou sobre Jefferson, afirmaram: "Recebemos informação de que ele está se adaptando bem, procurando encarar a situação com otimismo." As visitas no Instituto Penal acontecem nos fins de semana.