A Câmara de Belo Horizonte aprovou na última sexta-feira (14) em segundo turno substitutivos que garantem a  adequação do plano de carreira dos servidores da Guarda Municipal e  a concessão de reajuste de 2,43% para os servidores diretos e indiretos do poder Executivo. 

O Projeto de Lei 623/18, que trata sobre o plano de carreira da Guarda Municipal, atende demandas da categoria e amplia a possibilidade de promoção dos servidores. Ele também dá margem para a contratação de mais agentes e dispõe quais são as atribuições dos integrantes da corporação. 

Segundo informações da Câmara Municipal, o projeto, que deve impactar os cofres públicos em até R$ 5,2 milhões, será encaminhado ao prefeito de Belo Horizotne, Alexandre Kalil, para sanção. O reajuste dos servidores, contemplado no Projeto de Lei 652/18, poderá impactar os cofres municipais em  R$ 4,2 milhões. 

Ambos os substitutivos foram aprovados em segundo turno, sem abstenções e sem votos contrários.