A Polícia Militar estima que 1,3 mil pessoas participam do ato a favor do impeachment da presidente Dilma Roussef em Campo Grande, capital de Mato Grosso do Sul. A organização do evento, no entanto, fala em 4,5 mil manifestantes.

A concentração dos manifestantes começou às 16 horas (horário local) no cruzamento da avenida Afonso Pena com a Rua José Antônio, centro, onde há o obelisco da cidade, e seguiu até a sede do Ministério Público Federal (MPF), por cerca 1,6 quilômetro.

Vestidos com as cores da bandeira brasileira, os manifestantes usavam trio elétrico para chamar a atenção para o movimento. O veículo reproduzia mensagens gravadas por pessoas a favor da saída da presidente e também gritos de "Fora, Dilma".

Movimentos como o Pátria Livre e o Chega de Impostos, além de clubes de motociclistas e de capoeira se uniram aos manifestantes.

O ato durou cerca de uma hora e contou com a participação do deputado federal Carlos Marun (PMDB-MS) e da deputada estadual Mara Caseiro (mesmo partido).