A presidente Dilma Rousseff, confirmou, nesta terça-feira, 20, em entrevista para emissoras de rádio da São João Del Rei (MG), a liberação de mais R$ 1,6 bilhão para o Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) Cidades Históricas, em 44 municípios e 425 prédios. "Colocamos ainda R$ 300 milhões em financiamentos para pessoas que possuem históricos e queiram reconstruir", disse a presidente.

Segundo ela, na cidade mineira serão 15 monumentos restaurados, entre eles o complexo ferroviário e a catedral do Pilar. "São R$ 216 milhões para sete outras cidades de Minas Gerais". Indagada sobre o motivo da escolha de São João del-Rei para o anúncio, Dilma evitou dar um tom político ao discurso. "É claro que em Minas teríamos outras hipóteses, mas disse na ultima vez que estive aqui que iria fazer o PAC das cidades históricas e por isso anuncio neste lugar", disse.

Segundo a presidente, os recursos não terão contingenciamento e a liberação para os projetos será automática. "São 119 projetos prontos para licitar, que começam a partir de hoje", disse.

Catedral do Pilar e outros 14 monumentos de São João Del Rei serão restaurados, anuncia Dilma

Igreja de São Francisco de Assis receberá investimentos (Samuel Costa/Hoje em Dia)

São João Del Rei é o berço político da família Neves. Lá nasceu e foi enterrado o ex-presidente da República Tancredo Neves, avô do senador Aécio Neves, apontado como um dos adversários de Dilma nas eleições de 2014. A visita de Dilma é a primeira desde 1987, quando o ex-presidente José Sarney anunciou o instituto universitário que foi transformado em universidade federal.

Dilma voltou a defender o programa Mais Médicos, e citou ainda que a universidade federal terá 40 novas vagas no curso de medicina. A presidente citou que o aeroporto local terá investimento para a ampliação da pista e do terminal de passageiros, que será importante para o desenvolvimento do turismo local. "Patrimônio preservado é garantia de bem-estar, emprego e renda para os moradores dessas cidades", avaliou.

Segundo ela, dos R$ 724 milhões do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) destinados a 36 municípios da região dos Campos das Vertentes, onde fica São João del-Rei, 97% dos recursos serão para saneamento.