O ex-ministro Ciro Gomes (PSB-CE) chamou a Petrobras de "caixa preta", nesta quinta-feira, 04, durante encontro promovido pela Assembleia Legislativa do Ceará, em Camocim, no litoral Oeste do Estado. Ciro tem se engajado na campanha de mobilização que Assembleia cearense promove desde junho pelo interior do Estado, cobrando o início imediato das obras da Refinaria Premium II.Cirgo

O empreendimento foi prometido ao Ceará pelo ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva e pela presidente Dilma Rousseff, mas até agora não saiu do papel. "A Petrobras é uma caixa preta. Eu estou sentindo o cheiro da enrolação nessa história. Nós temos que lutar, porque se depender da Petrobras a Refinaria não virá para o Ceará", acusou Ciro para uma plateia composta por empresários e lideranças políticas de 12 municípios da região.

O presidente da Assembleia do Ceará, deputado José Albuquerque (PSB), compareceu ao evento como governador em exercício. Ele ocupa o cargo interinamente desde a semana passada. O governador Cid Gomes e o vice Domingos Filho encontram-se em missões empresariais no exterior.

Cid foi à Europa comprar equipamentos para ampliação do sistema de Veículo Leve sobre Trilhos (VLT) em Fortaleza. O governador pretendia seguir para a Coreia do Sul, onde, entre outros compromissos, se encontraria, na próxima semana, com diretores da empresa GS Energy, que celebrou com a Petrobras uma carta de intenções para desenvolver estudo conjunto para o projeto da Refinaria.

Chamado pela presidente Dilma para uma reunião na próxima terça-feira, em Brasília, Cid será representado no encontro com os coreanos pelo presidente do Conselho Estadual de Desenvolvimento Econômico (Cede), Alexandre Pereira.