Menos de 24 horas após a prisão preventiva dos ex-governadores do Rio Anthony Garotinho e Rosinha Matheus, o desembargador Siro Darlan acolheu o pedido da defesa do casal e concedeu habeas corpus para a soltura. Os dois ex-governadores haviam sido presos preventivamente na terça-feira, dia (3), por suspeitas de propinas de R$ 25 milhões nas obras de casas populares em Campos dos Goytacazes (RJ).


Leia mais:
MP prende Garotinho e Rosinha, ex-governadores do Rio
Cinco ex-governadores do Rio foram presos nos últimos três anos
Justiça condena Rosinha Garotinho por improbidade administrativa