A eleição presidencial de 2014 tem levado os nervos à flor da pele, principalmente nas redes sociais. Não é raro ver amigos levantando bandeira e discutindo sobre os planos de Dilma Rousseff (PT) e Aécio Neves (PSDB) para o Planalto Central, cada um defendendo o seu lado. Para aliviar a tensão e ainda conhecer, avaliar e comparar as propostas de cada candidato, a starup Projeto Brasil acaba de lançar o divertido "Urna Fight Combat".

Com uma jogabilidade simples, o jogo de luta lembra o clássico Street Fighter, e é dividido em três rounds. Durante a luta, os candidatos disputam nas categorias política econômica, economia, meio-ambiente, saúde, esporte, lazer, política externa, defesa nacional, infraestrutura, cultura e turismo. O jogador deve escolher a melhor opção entre as duas propostas como se fosse o presidente do País. A cada resposta, o candidato à presidência vencedor joga um objeto, como um livro, uma bola de futebol ou até mesmo uma ambulância no adversário. Ao final, o jogador pode conferir um ranking individual, que mostra sua preferência a partir das propostas e também resultado nacional de todos que jogaram.

De acordo com Lucas Marques, diretor de marketing da startup e um dos idealizadores do projeto, "a ideia surgiu após percebermos que o clima da eleição estavam aumentando, e estava virando um verdadeiro combate feito com troca de acusações. Queríamos ver um combate de propostas e resolvermos criar ele".

Aliando diversão e democracia, Marques avalia que o jogo pode contribuir de duas maneiras para a discussão política nesses tempos de campanha, fazendo com que as pessoas passem conhecer as propostas dos candidatos de maneira simples, participativa e divertida; e mostrando aos candidatos que os eleitores querem saber quais são suas propostas nos mais variados temas e que esse deveria ser o foco dos debates. Em tempos de trocas de acusações e campanha do medo, um combate de propostas se mostra bastante necessário.