O presidente Jair Bolsonaro voltou ao Twitter nesta quarta-feira (26), para comentar a prisão do sargento da Aeronáutica, em Sevilha, na Espanha, que chegou ao país com 39 quilos de cocaína em sua bagagem pessoal. O chefe do Executivo disse que o episódio é "inaceitável".

"Apesar de não ter relação com minha equipe, o episódio de ontem, ocorrido na Espanha, é inaceitável. Exigi investigação imediata e punição severa ao responsável pelo material entorpecente encontrado no avião da FAB. Não toleraremos tamanho desrespeito ao nosso País!", escreveu o presidente na rede social. O sargento, que é comissário de bordo, não atenderia ao avião presidencial, mas ao avião reserva.

O caso foi destaque nas redes sociais nesta quarta-feira (26) e chegou a ser destaque no noticiário internacional.

Leia mais:
Prisão de sargento repercute na imprensa internacional
CCJ do Senado aprova extensão da posse de armas na zona rural
CCJ do Senado aprova texto que criminaliza abuso de autoridade