O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva tentou nesta quarta-feira (22) amenizar a crise de relacionamento entre o PT e o PMDB e disse que Dilma já aprendeu a "cuidar da política", mesmo com turbulências. "Se o PMDB preocupasse o governo, não seria aliado do governo. Isso é óbvio", afirmou Lula, ao chegar à sede da Confederação Nacional da Indústria (CNI) para encerrar o seminário "As Relações do Brasil com a África - a Nova Fronteira do Capitalismo Global", promovido pelo jornal Valor Econômico.

Questionado se ajudaria na articulação política com o Congresso, diante da tensão entre os dois principais partidos da base aliada, Lula se esquivou: "Não, a presidenta tem tanto gente apoiando, tanto partido político, líder...", respondeu. "Eu acho que a presidenta, depois de dois anos e meio (de governo) já sabe tranquilamente como cuidar da política", insistiu Lula.