A Federação Nacional das Empresas de Rádio e Televisão (Fenaert) emitiu nota de repúdio às agressões sofridas pelos jornalistas que fazem cobertura dos fatos relacionados à prisão do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

Segundo a entidade, diversos incidentes foram registrados.

"A liberdade de expressão, protegida pela Constituição, carrega a responsabilidade de respeitar a dignidade da pessoa humana, a honra e a imagem do indivíduo. Sendo o direito de informar um dos pilares da liberdade de informação", destaca a Fenaert, que exige identificação e punição dos agressores pelas autoridades.

Leia mais:

Manifestantes hostilizam imprensa em Curitiba

Ex-ministro do Supremo critica votação de habeas corpus de Lula antes de ADC

Jornalista é agredido dentro do Sindicato dos Metalúrgicos do ABC