O ex-presidente Fernando Henrique Cardoso afirmou no início da noite desta quinta, 26, que o Brasil vive um "momento que você não sabe o que o governo quer". "Tem que ter rumo", disse FHC, repetindo uma mensagem que vem martelando ao longo deste ano, sobre a crise política e econômica em torno do governo Dilma Rousseff.

Fernando Henrique participa de um debate de lançamento do primeiro volume da série de livros Diários da Presidência, referente aos anos de 1995 e 1996. Participam do encontro o economista Eduardo Giannetti da Fonseca e do sociólogo Celso Rocha de Barros.

No evento, que acontece em São Paulo, Fernando Henrique afirmou que o governo precisa "remar contra a maré" e ter força de vontade para perseguir uma "utopia progressista". "Não adianta você dizer à sociedade o que você acha que é certo, há momentos em que a sociedade fica surda e não que te ouvir", ponderou.

Ele disse que as dificuldades são parte do jogo político e que o exercício da presidência é uma "construção móvel", que precisa ser reconstruída a todo momento. "O exercício da liderança é obviamente complexo", afirmou.