Pelo menos 60 mil servidores da educação, contratados por meio da Lei Complementar 100, foram desligados do quadro de funcionários do Estado. A lista consta na edição extra do Diário Oficial “Minas Gerais”, publicada na versão on-line deste domingo (3), com data retroativa a 31 de dezembro.

Um material com perguntas e respostas sobre o desligamento dos trabalhadores foi elaborado e disponibilizado no site da Secretaria de Educação de Minas Gerais (SEE).

Confira a matéria completa na edição desta segunda-feira (4) do jornal Hoje em Dia