Habeas corpus preventivo para evitar prisão de Lula

Amália Goulart - Hoje em Dia
25/06/2015 às 11:45.
Atualizado em 17/11/2021 às 00:38
 (Reprodução)

(Reprodução)

O Tribunal Regional Federal da 4ª Região, onde correm os processos relacionados à operação "Lava Jato", recebeu, na tarde de quarta-feira (24), um pedido de habeas corpus preventivo para evitar a prisão preventiva do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT).

Consta no sistema que o o assunto é, além da prisão preventiva, a "lavagem, ocultação de bens, direitos ou valores oriundos de corrupção".

O ex-presidente Lula têm relacionamento com empreiteiros presos na 14ª fase da operação "Lava Jato", especialmente os executivos da construtora Odebrecht.

A assessoria de imprensa do ex-presidente informou que o habeas corpus não foi impetrado por Lula ou seus advoagdos. Segundo a assessoria, não se sabe quem entrou com o pedido, mas causou estranheza o fato de que a notícia teria sido divulgada na página virtual do senador Ronaldo Caiado.

O consultor de Campinas (SP) Maurício Ramos Thomaz é o autor do feito. Ele já apresentou habeas corpus em casos de repercussão nacional, como um pedido para liberar o ex-diretor da Petrobras Nestor Cerveró.

Conforme a assessoria, "Lula e o instituto não são investigados, não havendo motivos para um habeas corpus".Advogados ouvidos pelo Hoje em Dia informaram que é possível que terceiros impetrem habeas corpus em favor de qualquer pessoa.

Compartilhar
Ediminas S/A Jornal Hoje em Dia.© Copyright 2022Todos os direitos reservados.
Distribuído por
Publicado no
Desenvolvido por