Marina Silva acompanhou a missa realizada em homenagem a Eduardo Campos (PSB) neste domingo (17), ao lado da família do ex-governador de Pernambuco. Ela estava sentada próximo à viúva de Campos, Renata, que passou parte da cerimônia amamentando o filho mais novo, Miguel, nascido em janeiro. Os outros quatro filhos permaneceram todo o tempo ao lado do caixão do pai.

Ao final da cerimônia, Marina e a família de Campos foram cumprimentados pelos candidatos à Presidência Dilma Rousseff (PT) e Aécio Neves (PSDB). O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva também participou da homenagem a Campos.

Durante todo o tempo, troca confidências com Renata. Ela tem dito a amigos que está surpresa com a força que a viúva tem demonstrado.

Desde que desembarcou no Recife na tarde de sábado, Marina tem se mantido ao lado da família de Campos. Na noite de sábado, acompanhou a chegada dos corpos de Campos e outros dois assessores na base aérea da cidade. Depois, seguiu o cortejo pelos bairros da capital pernambucana atrás dos caminhões do Corpo de Bombeiros que levavam os três caixões.

Na chegada ao local do velório, a candidata a vice na chapa do PSB foi saudada e abordada por diversas pessoas que lhe pediam fotos ou diziam palavras de incentivos à sua provável candidatura à Presidência.

O PSB deve anunciar o nome de Marina como candidata à Presidência na próxima quarta-feira. A família tem dito que essa seria a vontade de Campos. (Isadora Peron, enviada especial)