O Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST) vai reforçar a vigília de apoio ao ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva em Curitiba. Coordenador nacional do MST, Alexandre Conceição, informou que estão seguindo caravanas de militantes para "dar força total ao acampamento de Curitiba". O movimento adiou a jornada de ocupações do "Abril Vermelho" que começaria neste fim de semana para focar no apoio a Lula preso.

Grupos do MST também estão no Rio de Janeiro para participar, em Copacabana, hoje, de ato pela educação e pela liberdade do ex-presidente, segundo o representante do MST. Ele disse não ter informação sobre bloqueio para barrar as caravanas que seguem para Curitiba.