Em solenidade conduzida pela desembargadora Maria Laura Franco Lima de Faria, na quinta-feira (17), foi empossada a nova diretoria do Tribunal Regional do Trabalho (TRT) da 3ª região, no biênio 2016/2017. O presidente é o desembargador Júlio Bernardo do Carmo, entrevistado do “Página Dois” de amanhã.

Mineiro de Rio Pomba, ele iniciou carreira no TRT em 1980. De 2004 a 2005 integrou a diretoria do Tribunal. Também chegou a ocupar o cargo de vice-corregedor.

No discurso de posse, o desembargador destacou que a conjuntura nacional e internacional mostra um quadro desolador para o cenário do mundo do trabalho. “A ideologia neoliberal, preocupada com a crise do capitalismo mundial, procura usar o trabalhador como bode expiatório, visualizando-o como a peça defeituosa da engrenagem capitalista e atropelando direitos sociais históricos”.

Para o novo presidente, o fenômeno econômico-social da terceiriza-ção veio para ficar, mas é preciso traçar balizas para que o mesmo não ofenda a dignidade do trabalhador.

DESAFIOS

Júlio Bernardo ainda destacou não ser fácil o exercício do mandato e que contará com a capacidade dos companheiros de administração.

Em uma análise do futuro, o novo presidente do TRT afirmou a intenção em dar continuidade ao planejamento estratégico do Tribunal.