Papa Francisco se reúne com o presidente Barack Obama na Casa Branca

Hoje em Dia*
23/09/2015 às 10:55.
Atualizado em 17/11/2021 às 01:50
 (Reprodução/Casa Branca)

(Reprodução/Casa Branca)

Misturando política, religião e emoção, o papa Francisco e o presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, se encontraram nesta quarta-feira (23) no Salão Oval da Casa Branca, a fim de discutir questões caras aos dois. O pontífice fez declarações iniciais nos EUA no jardim da Casa Branca e, mais tarde, irá se encontrar com bispos norte-americanos.

Durante o encontro, o presidente Barack Obama ofereceu uma franca e emotiva boas-vindas ao papa Francisco à Casa Branca, ao elogiar a humildade e generosidade do pontífice e sua mensagem de amor e esperança que inspira o mundo todo.

"O porte e o espírito do encontro de hoje é apenas um pequeno reflexo da profunda devoção dos 70 milhões de católicos americanos e a maneira que sua mensagem de amor e esperança inspirou tantas pessoas em nosso país e no mundo", afirmou Obama ao receber Francisco no jardim da Casa Branca.

O presidente americano também agradeceu o papel que o Papa teve na retomada das relações entre os Estados Unidos e Cuba. "Estamos agradecidos por seu inestimável apoio a nosso novo começo com o povo cubano, que promete melhores relações entre nossos países", afirmou Obama.

Obama também elogiou o papa por dar apoio moral e religioso em seus esforços por combater as mudanças climáticas. "Recordamos que temos uma obrigação sagrada em nosso planeta, magnífico presente de Deus para nós. Apoiamos seu apelo aos líderes mundiais para se unirem e preservar nosso planeta para as gerações futuras", acrescentou.

"Venho como filho de uma família de imigrantes"
O papa Francisco abordou no início de sua histórica viagem aos Estados Unidos o tema da imigração, ao afirmar nesta quarta-feira, diante do presidente Barack Obama, que visita o país como "filho de uma família de imigrantes".

"Como filho de uma família de imigrantes, me alegra estar neste país, que foi construído em grande parte por tais famílias", afirmou o papa em seu discurso no jardim na Casa Branca.

Ainda durante o encontro, o pontífice enfatizou o momento crítico na luta contra a mudança climática e pediu um desenvolvimento sustentável que inclua as milhões de pessoas que foram ignoradas.

Ainda nesta quarta, Francisco deve canonizar um religioso espanhol, Junípero Serra, que levou a fé católica à Califórnia. Ele deve celebrar a missa de canonização de Serra em espanhol, com 25 mil fiéis presentes.

Na quinta-feira, Francisco será o primeiro papa a falar no Congresso dos EUA. Além disso, deve ter encontros com imigrantes, presos e sem-teto no país. Ele deve se reunir com imigrantes e outras pessoas ajudadas por entidades de caridade em Washington e com prisioneiros na Pensilvânia.

* Com Agências

Compartilhar
Ediminas S/A Jornal Hoje em Dia.© Copyright 2022Todos os direitos reservados.
Distribuído por
Publicado no
Desenvolvido por