Um levantamento feito pelo site Congresso em Foco apontou que as eleições municipais desse ano contarão com um número recorde de candidatos representantes do movimento LGBT (lésbicas, gays, bissexuais e transexuais). Segundo a pesquisa, pelo menos 107 candidatos disputarão vagas nos legislativos em 21 estados brasileiros. Apesar do aumento, alguns estados contam com apenas um representante do movimento, como no Amazonas.

Apoiado pelo PRB, o promotor de eventos Gerson Neto é candidato a vereador em Manaus e concorre pela primeira vez. Sua principal plataforma de campanha é criar um centro de apoio a homossexuais na capital amazonense. “Com o centro, eles seriam orientados e receberiam auxílio psicológico e na área de recursos humanos”, declarou. Ele destacou ainda que foi bem recepcionado no PRB e que nunca sofreu preconceito no meio partidário.

Membro do Fórum Amazonense LGBT, Francisco Nery afirmou, em entrevista à imprensa amazonense, que a candidatura e uma possível eleição de Gerson Neto, além de darem visibilidade às causas gays, serão importantes para lutar pela aprovação de projetos como a lei que pretende criminalizar a homofobia.

Em Minas, o presidente do PRB, deputado federal George Hilton, ressaltou a importância das minorias terem seus direitos assegurados.

Segurança

“O cidadão não pode ser avaliado por sua opção sexual, ele tem que ter garantidas sua segurança, integridade física e liberdade de pensar e se expressar”, declarou o dirigente, que destacou que a legenda em Minas já conta com um fórum permanente de discussão do assunto. “Debatemos, principalmente a xenofobia e qualquer tipo de violência”.

De acordo com o levantamento do Congresso em Foco, apenas um dos candidatos registrados pelo movimento LGBT tentará o Executivo.

Frente Parlamentar

Apesar do número de representantes LGBT nos legislativos municipais ainda ser tímido, na Câmara dos Deputados foi criada, há um ano, a Frente Parlamentar Mista pela Cidadania LGBT. Construída pela deputada federal Marta Suplicy (PT-SP), em parceria com o deputado Jean Willys (PSOL-RJ) o grupo de parlamentares busca debater os assuntos e dificuldades dos homossexuais nas esferas judicial, social e política.