A Polícia Federal inicia neste sábado (20), a rodada de depoimentos dos investigados com prisão temporária da 14ª fase da operação "Lava Jato", que apura denúncias de cartel e corrupção na Petrobras. Já os presos de forma preventiva serão ouvidos ao longo da próxima semana, conforme informações da Agência Brasil.

Em prisão temporária estão Alexandrino de Salles e Cristiana Maria da Silva Jorge, da Odebrecht; e Antônio Pedro Campelo de Souza e Flávio Lucio Magalhães, da Andrade Gutierrez. Segundo a PF, dois serão ouvidos às 15 horas e os outros dois às 17 horas.

Os 12 empresários presos na sexta-feira (19), dentre eles, os presidentes da Andrade Gutierrez, Otávio Azevedo, e da Odebrecht, Marcelo Odebrecht, fizeram neste sábado (20)  exame de corpo de delito no Instituto Médico Legal (IML) de Curitiba. Depois de permanecerem por cerca de duas horas no IML, retornaram à carceragem da Superintendência da PF em Curitiba, sede das investigações da "Lava Jato". Os advogados dos presos já apresentaram vários pedidos de habeas-corpus, conforme a Justiça Federal.