O PSDB rompeu com o PCdoB em Contagem, na Região Metropolitana de Belo Horizonte, e anunciou candidatura própria para a prefeitura da cidade nas eleições de outubro.

O pré-candidato escolhido pelo partido é o empresário do segmento imobiliário Alex de Freitas, presidente municipal do Instituto Teotônio Vilela (ITV). Com a decisão, os tucanos lotados na administração do prefeito Carlin Moura (PCdoB) vão deixar os cargos até depois do Carnaval. São cerca de 20 pessoas. Quem não quiser deixar as funções será convidado a sair do partido.

A ruptura se deu após a reaproximação do campo político de Carlim com o PT local. A coligação tucana contará com o apoio do PSB, do prefeito Marcio Lacerda, além do PV, PPS e PMN.

O desligamento entre os dois partidos foi sacramentado ontem, após reunião dos tucanos, que contou com a participação do presidente estadual da legenda, deputado federal Domingos Sávio.

Candidato à reeleição, Carlin não teve o apoio do PSDB em 2012, que lançou o ex-prefeito e ex-deputado Ademir Lucas, terceiro colocado no pleito passado.

Após ser eleito, o prefeito comunista formalizou convite e os tucanos passaram a ocupar espaço no primeiro escalão do governo. Aliado de Carlin, o PT ainda não decidiu se lançará candidatura própria na cidade.

A candidata mais viável é a ex-prefeira e deputada estadual Marília Campos. Ela, no entanto, está relutando em entrar na disputa. Dessa forma, a tendência é a de que comunistas e petistas marcharem juntos na principal cidade industrial da região metropolitana.