Enquanto o governo federal não responde à solicitação de ajuda para mitigar os efeitos das chuvas em Minas Gerais, o governador Romeu Zema (Novo) decidiu utilizar recursos do próprio Estado na recuperação dos danos causados pelas chuvas e anunciou, nesta sexta-feira (14/1), a liberação de R$ 560 milhões para ações nas cidades atingidas.

“O Estado terá condições de destinar às pessoas e áreas afetadas um valor de R$ 560 milhões. Posso adiantar que uma parte expressiva será para reconstrução. Tivemos muitas rodovias e vias afetadas por deslizamento, excesso de água e precisamos restabelecer essas vias. Será aplicado também nas questões humanitárias, teremos tratamento prioritário às pessoas que tiveram suas casas destruídas, que vão receber uma ajuda até que essa situação seja definida”, afirmou o governador, lembrando que ao longo do final de semana a aplicação desses recursos será detalhada pelo governo. A informação foi dada durante agenda em Raposos, na Região Metropolitana de Belo Horizonte.

Zema ressaltou que o Governo de Minas solicitou nesta semana outros R$ 940 milhões ao governo federal para apoiar as cidades afetadas. “Solicitamos ajuda ao governo federal para reconstrução do Estado. Nossa Defesa Civil está dando apoio e assistência aos munícios para que os mesmos formalizem os laudos técnicos, enviem os orçamentos de tudo o que foi danificado para que tenhamos documentado o que aconteceu e acessar essa verba federal”, completou.

Até esta sexta-feira (14/1), de acordo com a Defesa Civil, 376 cidades mineiras se encontram em situação de emergência devido às chuvas, o que corresponde a 44% do estado. Mais de 40 mil pessoas estão desabrigadas e desalojadas, além de 25 mortes terem sido registradas.

Leia mais:

Recurso no STF quer trazer julgamento da tragédia de Brumadinho à Justiça estadual
Barragem de água rompe em Ouro Fino e leva parte da estrada do aeroporto
Moradores de Betim, na Grande BH, começam mutirão de limpeza após estragos causados pela chuva