Zema vai às redes sociais protestar contra aprovação do fundo eleitoral de R$ 4,9 bilhões

Da Redação
primeiroplano@hojeemdia.com.br
24/01/2022 às 19:26.
Atualizado em 26/01/2022 às 00:13
 (Divulgação/ Governo de Minas/ Gil Leonardi)

(Divulgação/ Governo de Minas/ Gil Leonardi)

O governador de Minas Gerais, Romeu Zema (Novo), usou as redes sociais nesta segunda-feira (24) para criticar o aumento do Fundo Eleitoral, classificado por ele como "uma prova de que a política ainda está desconectada da realidade dos brasileiros".

A aprovação do aumento do Fundão Eleitoral é mais uma prova de que a política ainda está desconectada da realidade dos brasileiros. Enquanto isso as reformas necessárias, que resolveriam problemas das pessoas, são deixadas pra trás. Até quando?— Romeu Zema (@RomeuZema) January 24, 2022

A mensagem foi  motivada pela dotação orçamentária deste ano reservando R$ 4,9 bilhões para serem gastos pelos partidos políticos nas eleições de outubro. Depois de aprovada pelo Congresso Nacional em dezembro do ano passado, a peça foi sancionada pelo presidente Jair Bolsonaro (PL) nesta segunda, por meio de ato publicado no Diário Oficial da União (DOU).

Apesar das recomendações da equipe econômica de um corte de R$ 9 bilhões na peça final, o presidente sancionou o orçamento com enxugamento de somente R$ 3 bilhões, e manteve o valor do fundo eleitoral da mesma forma como proposto pelo Congresso Nacional.

A verba aprovada para as eleições deste ano é mais que o dobro do montante destinado em 2018 e 2020, quando cerca de R$ 2 bilhões foram empregados na rubrica.

Leia também:

Compartilhar
Ediminas S/A Jornal Hoje em Dia.© Copyright 2022Todos os direitos reservados.
Distribuído por
Publicado no
Desenvolvido por