Portugal condenou o atentado num parque da cidade de Lahore, no Paquistão, neste domingo, que causou pelo menos 65 mortes. “Portugal condena mais este atentado e reafirma o seu compromisso com a luta internacional contra o terrorismo”, disse o ministro dos Negócios Estrangeiros, Augusto Santos Silva, numa declaração à agência Lusa.

Pelo menos 65 pessoas morreram e mais de 300 ficaram feridas, especialmente mulheres e crianças, no atentado suicida que atingiu o parque público de Gulshan-e-Iqbal,  muito frequentado por famílias. No parque, os cristãos estavam celebrando a páscoa. “É mais um atentado bárbaro”, disse o ministro.