O ex-prefeito de Montes Claros Ruy Muniz filiou-se neste sábado (7) ao Partido Social Democrata (PSD). Nas eleições deste ano, o político pretende disputar uma vaga no Senado. Em carta aberta, ele divulgou a mudança e agradeceu o “apoio e a convivência saudável” com os integrantes do Partido Socialista Brasileiro (PSB).

A decisão foi divulgada neste sábado (7), último dia para que os pré-candidatos definam os partidos políticos para participar do pleito deste ano. Conforme a nova legislação, um dos critérios para se candidatar é ter filiação partidária de, no mínimo, seis meses antes da votação.

Segundo Muniz, a escolha pelo PSD tem ligação com a semelhança entre os valores do partido e os dele. “O PSD é partido grande, sério e que possui os valores semelhantes aos meus e ao que desejo para o Minas Gerais e para o Brasil. É um partido que defende sempre a democracia, a liberdade de expressão, transparência da gestão pública, preservação do meio ambiente, dentre outros”, explicou.

Ele lembrou que o partido é composto por nomes relevantes para o cenário político nacional como o Ministro de Ciência e Tecnologia Gilberto Kassab, o deputado federal Diego Andrade e a esposa de Ruy, deputada federal, Raquel Muniz.

O pré-candidato promete lutar sempre por Montes Claros, pelo Norte de Minas e pelo Brasil. “Sei que muitos estão desacreditados com a política, por diversos motivos, mas podemos mudar isso e já mostrei que podemos praticar a boa política e gerar frutos para a nossa população”, garante.