As praias de Caraguatatuba, no litoral norte de São Paulo, amanheceram nesta sexta-feira (9), cobertas por lixos levados pelas fortes chuvas que caíram nos últimos dois dias.

Segundo a prefeitura de Caraguatatuba, diversos tipos de resíduos foram levados pelas valas de drenagem que desembocam em rios e deságuam no mar. Na orla das praias foram encontrados galhos de árvores, pneus e restos de móveis.

O Centro Nacional de Monitoramento e Alertas de Desastres Naturais (Cemaden) informa que choveu 248 milímetros na cidade em 48 horas, equivalente a um mês de chuvas. A precipitação intensa provocou alagamentos em casas e ruas e afetou serviços de transporte. Segundo a Cemaden, há previsão de chuva para o fim da tarde desta sexta-feira. Neste sábado, 10, o tempo abre um pouco, mas tem previsão de pancadas de chuva.

Dezenove moradores de áreas consideradas de risco tiveram que deixar suas casas e foram abrigados no Centro Esportivo Municipal Ubaldo Gonçalves (Cemug).

De acordo com a prefeitura, 60 funcionários estão trabalhando para recolher o lixo nas praias. Já foram retirados mais de 40 caminhões de resíduos. A previsão é que até o fim da tarde, ao todo, sejam retirados 80 caminhões. O serviço de limpeza segue até domingo, 11.

A Rodovia dos Tamoios (SP-099), principal acesso às praias do litoral norte de São Paulo, continua interditada no Km 58, sentido litoral e no km 80, sentido São José dos Campos, em razão da queda de barreiras.

A opção para os motoristas que se dirigem a São Sebastião, Ilhabela e Caraguatatuba é seguir pela rodovia Paulo Rolim Loureiro (SP-098), a Mogi-Bertioga.