Os principais serviços e produtos comercializados neste Dia dos Namorados podem apresentar variação de mais de 500% entre um estabelecimento e outro, conforme pesquisa do site Mercado Mineiro. Por isso, a dica é pesquisar bastante antes de definir o presente e a comemoração do 12 de junho. 

Para a pesquisa, foram consultados 55 estabelecimentos, incluindo as principais floriculturas e motéis de Belo Horizonte e região metropolitana, entre 20 de maio e 6 de junho. 

O presente mais procurado para a data é o tradicional buquê de rosas com 12 flores, que pode custar de R$ 60 a R$ 189, diferença de 215%. Já a unidade da rosa foi encontrada pelo valor mínimo de R$ 3 e máximo de R$ 12, variação de 300%. 

Outras opções mais em conta também tiveram grande diferença de preço, como o vaso de violeta, sem arranjo, que pode custar de R$ 8 a R$ 25, ou a dúzia de copo de leite, que está entre R$ 25 e R$ 45, variações de 207% e 80%, respectivamente. 

Motéis

No segmento de motéis, a maior diferença registrada foi de 503% para apartamento ou suíte presidencial pelo período de duas horas durante a semana. Neste caso, o menor preço encontrado foi de R$ 64, em Betim, e o valor mais alto foi R$ 386, no bairro Olhos D'Água, na região Oeste de Belo Horizonte. 

Já nestas mesmas categorias de suíte, mas, no fim de semana, o valor mínimo sobe para R$ 75 e o máximo para R$ 414, variação de 452%. E a hora extra nos aposentos ainda pode variar de R$ 13 a R$ 45. 

Os apartamentos ou suítes simples por duas horas também variam bastante. Durante a semana, o valor cobrado pode variar 373%, custando de R$ 30 a R$ 142. No fim de semana, a suíte simples pode custar de R$ 32 a R$ 150, variação de 384%.   

Quando comparados os preços médios entre junho de 2018 e junho de 2019, também foi constatada uma alta. O apartamento ou suíte luxo durante duas horas, que custava durante a semana o valor de R$ 96,86, subiu para R$100,84, aumento de 4,11%. O pernoite em suíte simples que custava R$ 88,45 subiu para R$ 91,86, aumento de 3,86%. 

Leia mais:

Pesquisa mostra o que os belo-horizontinos devem ganhar no Dia dos Namorados
Comércio espera alta de 1,9% nas vendas do Dia dos Namorados