O preço de itens de padaria, como pães, leites, derivados e frios, apresentou variação de até 216% entre 27 estabelecimentos pesquisados em Belo Horizonte pelo site Mercado Mineiro. O levantamento foi feito entre 11 e 13 de julho.  

A maior variação foi encontrada no pão doce, que pode custar de R$ 8,99 até R$ 28,48. O quilo do pão sovado também apresentou grande diferença entre padarias: de R$ 14,90 a R$ 32,90, diferença de 120%.

Veja outras variações:

- Pão francês (quilo): de R$ 8,99 até R$ 17,55 - 95%;
- Manteiga Itambé (500g): de R$ 17,90 até R$ 26,90 - 50%;
- Litro de leite tipo C (de saquinho): de R$ 2,90 até R$ 4,40 - 51%;
- Leite longa vida Itambé: de R$ 3,20 até R$ 5,95 - 85%;
- Margarina Qualy (500g): de R$ 4,99 até R$ 8,90 - 78%;
- Presunto (quilo): de R$ 22,50 até R$ 36,90 - 64%;
- Mortadela (quilo): de R$ 14,90 até R$ 28,90 - 94%

Lanche na padaria

As variações também são grandes para quem escolhe fazer um lanche no próprio estabelecimento. A maior variação (190%) está no pingado, que pode custar de R$ 1 até R$2,90. Veja todos os itens pesquisados:

- Pão com manteiga: de R$ 1 até R$ 2,80 - variação 180%;
- Cafezinho: de R$ 0,95 até R$ 2,50 - variação 163%;
- Pão de queijo: de R$ 1,50 até R$ 3,80 - variação de 153%; 
- Café com leite: de R$ 1,50 até R$3,60 - variação de 140%. 

Preços nos últimos três meses

O Mercado Mineiro também pesquisou a variação de preços dos itens nos últimos três meses. O resultado foi uma queda nos valores do quilo do pão francês, de 0,85% (passando de R$ 14,16 para R$14,04); e do quilo do pão sovado, de 0,90%, baixando de R$ 19,91 para R$ 19,73. 

Já o preço do pão de forma da marca Wickbold subiu 4,63%, passando de R$ 6,70 para R$ 7,01. Houve aumento também no valor do pão de forma Seven Boys, que subiu de R$ 6,81 para R$ 7,99 - um aumento de 5,14%. 

Quanto ao lanche na padaria, a pesquisa mostrou que houve aumento no último trimestre. O pão com manteiga, que custava R$ 1,74, subiu para R$ 1,83 - 5,17% mais. 

O pingado também está 6% mais caro: custava em média R$ 1,47 e agora está em R$ 1,56. O valor médio do cafezinho passou de R$ 1,24 para R$1,31, um aumento de 5,65%.

"É importante ressaltar que a qualidade e a validade dos produtos pesquisados podem influenciar diretamente no preço. Por esse motivo, grandes variações de preço de alguns produtos entre os estabelecimentos podem ser justificadas", informou o Mercado Mineiro.

Leia mais:
Preços das carnes suínas disparam e feijoada fica mais salgada em BH