O prefeito de São Paulo, João Doria (PSDB-SP), publicou em sua página no Facebook neste sábado (24) comercial que fará parte de uma campanha publicitária de sensibilização para o combate ao crack. O material começará a ser divulgado oficialmente na próxima segunda-feira (26), Dia Mundial de Combate às Drogas. Além do vídeo, haverá também anúncios nos pontos de ônibus e cinemas. O custo inicial da campanha é de R$ 4,9 milhões.

O comercial simula a vida de um homem afetada pela droga. Ele vê fotografias de seu passado e, ao olhar no espelho, começa a chorar. No fim, surge a frase que dá o tom do vídeo: "O crack destrói uma vida inteira. Quando você vê, já não se vê. Crack. A melhor saída é nunca entrar".

Foi na madrugada do dia 21 de maio, após uma ação policial na região da Luz, no Centro de São Paulo, que o prefeito João Doria anunciou o “fim da Cracolândia” e o início do Redenção, programa municipal de combate ao uso de drogas.

Um mês após tal começo, entretanto, o “fluxo”, nome dado ao local que concentra os usuários, apenas tinha migrado dos quarteirões da rua Helvétia para a Praça Princesa Isabel. Os dependentes revelam desconhecer as propostas da atual gestão, e dizem fazer parte do Braços Abertos, programa de redução de danos criado pelo ex-prefeito Fernando Haddad – e supostamente extinto por Doria.