Uma das mudanças mais significativas do novo Regimento Interno da Câmara de Belo Horizonte é a possibilidade da criação de blocos de parlamentares na Casa. Um deles já será criado e protocolado na primeira sessão ordinária de 2021.

posse câmara municipal de bh

Posse dos vereadores acontece nesta sexta-feira (1º)

O "Democracia e Independência" contará com sete vereadores: Ciro Pereira (PTB), Henrique Braga (PSDB), Nely Aquino (Podemos), Reinaldo Gomes (PMDB), Gabriel e Wanderley Porto (ambos do Patriotas), além de Marcos Crispim (PSC).

Outros três blocos devem ser criados nos próximos dias. Um deles é formado pela bancada do PSD (que tem seis vereadores) e que teria outros três parlamentares. Outro grupo é liderado pelos quatro parlamentares dos Progressistas e outros três vereadores. Já um terceiro é formado pelas bancadas do PT, PSOL e PDT com outros sete políticos.

Antes da mudança no Regimento Interno,  os vereadores se posicionaram na CMBH através de lideranças. Somente na legislatura passada, a Casa tinha 27 líderes.

O líder do "Democracia e Independência", vereador Gabriel, acredita que a criação desses blocos vai garantir a melhor discussão dos projetos de lei na CMBH e a independência entre os poderes. "Nós tínhamos, até a legislatura passada, uma dificuldade muito grande de discutir os projetos e, também de definir as prioridades, porque muitos parlamentares era líderes de si mesmo", exemplificou.

Mal-estar

A criação do "Democracia e Independência" e a integração da candidata à reeleição à presidência da CMBH, Nely Aquino (Podemos), causou mal-estar junto à articulação do prefeito Alexandre Kalil (PSD) na Câmara Municipal.

O líder de governo na Casa, vereador Léo Burguês (PSL), afirmou que não mais apoiaria a recondução de Aquino à presidência. Nesta quinta-feira (31), os dois parlamentares se reuniram, mas até o momento Burguês não se posicionou em relação a qual candidatura irá apoiar.

Leia Mais:
Em posse, Kalil destaca falta de escândalos nos primeiros quatro anos de mandato na PBH
Vereadores são empossados na Câmara Municipal de Belo Horizonte
Nos bastidores, Nely Aquino deve ser reeleita presidente da Câmara Municipal de BH