Produção industrial cresce em Minas e puxa geração de empregos

Leíse Costa
lcosta@hojeemdia.com.br
22/12/2021 às 08:24.
Atualizado em 29/12/2021 às 00:35
 (Roca/Divulgação)

(Roca/Divulgação)

A participação da indústria na geração de empregos no Brasil e em Minas cresceu desde o início da pandemia. Dados da Federação das Indústrias do Estado de Minas Gerais (Fiemg) mostram que, de março de 2020 a setembro de 2021, foram gerados 2,4 milhões de postos de trabalho no país, sendo 663,8 mil (26,9%) atrelados à indústria. No mesmo período, em Minas, foram 308,9 mil, dos quais 41.961 (29,4%) diretamente ligados ao setor. Em 2019, no acumulado de 12 meses, foram 31 mil vagas.

A geração de empregos é reflexo de como o segmento industrial aumentou também a própria participação no Produto Interno Bruto (PIB) do país e do Estado. De acordo com a Fiemg, o PIB mineiro vai fechar o ano com avanço em 5,97%, enquanto no Brasil o crescimento projetado é de 4,27% em 2021. Para efeito de comparação, em 2019, a indústria foi responsável por 21,6% do PIB nacional, parcela que subiu para 22,2% no último trimestre de 2020, maior patamar dos últimos cinco anos. Em Minas, a participação da indústria no PIB saltou de 26,4% para 28,6% na mesma base de comparação. 

“A indústria de Minas sai da dinâmica de crescer abaixo da nacional para avançar acima do índice brasileiro. O Estado já tem 3% de crescimento anual contratados para os próximos três anos. Esse tipo de investimento vai gerar renda, impostos e receita”, avaliou Flávio Roscoe, presidente da Fiemg.

Um dos movimentos que sinalizam a necessidade de profissionais, sobretudo qualificados, na indústria mineira é o da Roca Brasil. Numa iniciativa pioneira no país, a unidade em Santa Luzia, na Região Metropolitana de Belo Horizonte, inverteu o caminho: procurou o Senai para que criasse um curso de formação de ceramistas, profissionais para fabricar peças para banheiro como cubas e vasos. 

A ideia era capacitar menores aprendizes, até então locados só no setor administrativo. E deu certo. De 15 alunos, 11 terminaram o curso, que tem aulas práticas na própria empresa e as teóricas na escola do Senai. Três foram contratados para o “chão de fábrica”. E o segundo grupo, com 18 estudantes, já está em sala de aula. 

"Agora as indústrias nos procuram e nos contam sobre expectativas em relação às demandas. Customizamos um curso em cima do que elas precisam para o momento e o futuro”, diz a responsável pela elaboração do curso no Senai, Néria Melo. Segundo a pedagoga, o Senai oferece cursos para especializar mão de obra para outras quatro indústrias na Grande BH.

A diretora de RH da Roca Brasil, Lindaura Prado, conta que por se tratar de uma formação muito específica, não havia mão de obra pronta para atuação no ramo de cerâmica sanitária. “Identificamos uma grande oportunidade em aliar o curso de aprendizagem à capacitação no processo fabril de louças para que futuramente atuem em uma de suas unidades”.

Caso de Ronald Mota de Souza, de 18 anos, aluno da primeira turma. “Quase chorei. Com um curso desses, consigo emprego super fácil, construir minha vida profissional. Penso em crescer aqui, em me tornar uma pessoa cada vez melhor”.

Saiba mais:

Segundo a Fiemg, o PIB da indústria deve aumentar 3,43% no país neste ano. Em Minas, esse impulso chega a 10,15%. Os destaques são a indústria extrativa mineral, que deverá registrar crescimento de 2,68% em nível nacional e de 16,08% no âmbito estadual; e a indústria de transformação, que deve fechar o ano com avanço de 3,61% no país e de 11,81% em Minas. Ambos os setores são seguidos pela indústria da construção, com crescimento nacional de 6,86% e estadual de 9,04%.

Em se tratando da produção industrial, a Fiemg apurou que, no acumulado deste ano até outubro, o resultado de Minas (12%) fica atrás apenas de Santa Catarina (13,8%). No entanto, levando em conta o período entre fevereiro de 2020 e outubro de 2021, a produção industrial mineira (3,8%) registra o melhor desempenho do Brasil.

Compartilhar
Ediminas S/A Jornal Hoje em Dia.© Copyright 2022Todos os direitos reservados.
Distribuído por
Publicado no
Desenvolvido por