Os produtos alimentícios e os de higiene nos supermercados de Belo Horizonte andam pesando no bolso do consumidor. Segundo pesquisa do Procon Assembleia, itens como achocolatado e leite em pó puxaram a alta 0,38% nos itens de alimentação em comparação com os preços praticados em agosto deste ano. Os produtos de higiene subiram 0,66%. O Procon pesquisou os preços em 16 estabelecimentos da capital mineira

Diversos produtos subiram acima de 10% no mês. São os casos, por exemplo, do achocolatado Nescau 400g (16,94%), do leite em pó Ninho Fortificado 400g (10,96%) e do fubá Pink 1kg (10,94%).

A pesquisa do Procon Assembleia mostra que vale a pena percorrer alguns supermercados para tentar achar preços mais em conta para um mesmo produto. Dependendo do estabelecimento, o artigo pode estar até 50% mais barato. Isso foi detectado nos preços do biscoito maisena, do óleo de milho, do vinagre de álcool e outros produtos de mesma marca e mesma quantidade.

Mais barato

O alívio para o bolso do consumidor vem nos artigos de limpeza, que se tornaram, em média, 0,89% mais em conta. Os preços também caíram em diversas marcas de leite longa vida integral (entre -16,76% e -18,54%) e do café em pó tradicional Caboclo (-17,46%).

Confira a lista completa