Projeto Biomas Tropicais quer dobrar produção de alimentos para combater fome no planeta

Maria Amélia Ávila
mvarginha@hojeemdia.com.br
17/06/2021 às 19:06.
Atualizado em 05/12/2021 às 05:12
 (Rafael Motta)

(Rafael Motta)

Dobrar a produção de alimentos no Brasil para ajudar a combater a fome no mundo e fazer o maior plantio de árvores no planeta. Esses são os dois desafios da entidade independente Instituto Fórum do Futuro.

A proposta é produzir 620 milhões de toneladas de alimentos até 2050, safra necessária para atender a população mundial projetada para os próximos 30 anos.

A ideia é desenvolver soluções tecnológicas adequadas e sustentáveis, evitando o desmatamento e ajudando na diminuição dos gases do efeito estufa.  

O Projeto Biomas Tropicais é baseado na agricultura tropical que transformou o cerrado brasileiro em um centro de produção de alimentos na década de 70 do século passado. Naquela época, o idealizador foi o então ministro da Agricultura Alysson Paulinelli, um dos concorrentes ao Prêmio Nobel da Paz deste ano exatamente com esse projeto.   

Empresário, produtor rural e um dos coordenadores do Instituto Fórum do Futuro, Evando Neiva conta que a ousadia não para por aí. A entidade pretende fazer o maior plantio de árvores do planeta.

A previsão é que a iniciativa comece em Minas Gerais. O projeto tem o apoio da Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural do Estado (Emater) que já está desenvolvendo diversas atividades junto a várias entidades nacionais e internacionais.

Acompanhe a entrevista na íntegra.

Compartilhar
Ediminas S/A Jornal Hoje em Dia.© Copyright 2022Todos os direitos reservados.
Distribuído por
Publicado no
Desenvolvido por