Pelo menos nove pessoas foram detidas e a polícia lançou gás lacrimogêneo para dissolver protestos em Saint Louis, após a morte de um jovem negro de 18 anos, baleado por agentes para os quais ele teria apontado um revólver, disse o chefe de polícia da cidade, Sam Dotson.

Dotson afirmou, em entrevista coletiva na noite de quarta-feira, que os manifestantes lançaram garrafas e outros materiais contra os agentes e se recusavam a se dispersar. Foi lançado gás lacrimogêneo para ajudar a dispersar o protesto. Uma casa abandonada e um carro foram incendiados pelos manifestantes. Agora, os detidos responderão pela acusação de atrapalhar o trânsito e por resistência à prisão.

Várias manifestações ocorreram na quarta-feira, após a morte a tiros de Mansur Ball-Bey, de 18 anos. Dois agentes, com uma ordem de prisão, encontraram dois suspeitos na tarde da quarta-feira em uma residência no norte da cidade. Um dos suspeitos era Ball-Bey, disse o chefe de polícia. Os suspeitos fugiam da casa quando Ball-Bey se voltou e apontou uma arma contra os agentes, que atiraram. O jovem morreu no local.

Os policiais, brancos, não se feriram. Dotson disse que foram encontrados quatro revólveres, incluindo o que estava com Ball-Bey, além de cocaína e crack nas proximidades da casa. No ano passado, a polícia havia encontrado armas ilegais no mesmo endereço. Fonte: Associated Press.