Com o intuito de reduzir a burocracia para quem for declarar o Imposto de Renda (IR) a partir das novas regras da Receita Federal em 2019, o órgão decidiu realizar um mutirão em Belo Horizonte para auxiliar os contribuintes. Em 28 de abril, último domingo antes do fim do prazo de entrega (30 de abril), o prédio da Superintendência de Administração do Ministério da Economia (avenida Afonso Pena, nº 1.316/ 7º andar - Centro) vai receber alunos de contabilidade de várias faculdades privadas para auxiliar os cidadãos com o preenchimento da documentação. Toda a ação é gratuita.

O mutirão, o segundo neste ano realizado pela Receita Federal e voltado para dúvidas sobre o Imposto de Renda, é uma iniciativa do Núcleo de Apoio Fiscal e Contábil (NAF) da Receita Federal e acontece durante a Feira de Artesanato, das 9h às 13h, justamente para atrair mais público — a cada domingo, a feira recebe, em média, 60 mil pessoas, segundo estimativa de público flutuante da Empresa Municipal de Turismo de Belo Horizonte (Belotur). 

A ideia é atrair o máximo de contribuintes possíveis para evitar problemas com a documentação na reta final do prazo. Ao todo, mais de cem alunos do curso de Ciências Contábeis de diversas faculdades de Belo Horizonte irão atuar como voluntários do projeto. O atendimento prioritário é para a população de baixa renda, mas o serviço não tem restrições de público.

Os contribuintes que desejam auxílio deverão comparecer com a documentação necessária para a declaração, como documentos de identificação, comprovantes de rendimentos e de despesas médicas.

Além de ajudar no preenchimento da declaração de Imposto de Renda, servidores dos Centros de Atendimento da Receita Federal irão realizar a emissão de CPFs para atender a nova exigência da declaração deste ano. 

O número do documento é emitido na hora e, como a ação é voluntária, não haverá a cobrança dos R$ 7 para a impressão. 

Leia mais:

Só dependente com cadastro poderá constar em declaração do Imposto de Renda