Em uma estratégia de marketing para melhorar o resultado das vendas e driblar a crise, a holding Máquina de Vendas S/A – que reúne atualmente as redes varejistas City Lar, Ricardo Eletro, Eletro Shopping, Salfer e Insinuante – vai unificar as bandeiras a partir do próximo mês. Todas as unidades da gigante do varejo de eletrodomésticos e eletrônicos, que somam quase mil unidades país afora, passarão a funcionar, de maneira gradativa, com a logomarca Ricardo Eletro.

Diante do baque nas vendas sentido pelo varejo brasileiro em 2015, o grupo decidiu pela sinergia como uma forma de ganhar competitividade e logística, aumentar o poder de barganha de negociação com fornecedores e indústrias, além de unificar ações de publicidade e propaganda para atrair o público.

Preço agressivo

No grupo Máquina de Vendas desde janeiro deste ano, o mineiro Ricardo Nunes, fundador da Ricardo Eletro, seguirá como garoto-propaganda. E o preço agressivo continuará firme como o slogan, principalmente no momento em que o consumidor está mais cauteloso para gastar e pesquisa muito antes de comprar. “Vamos manter a cultura de mix de produto e o atendimento, e as ofertas serão customizadas para agradar a todos os perfis de clientes onde quer que eles estejam”, diz Ricardo Nunes, 45.

Reposicionamento

A holding não fala em fechamento de lojas, mas reposicionamento da marca. Lojas muito grandes, como a do Ponteio Lar Shopping, em Belo Horizonte, saem de cena. A unidade do mall fechou as portas no último final de semana. Por outro lado, ganham destaque estabelecimentos menores e que geram menos despesas, como de aluguel.

Conforme a assessoria da holding, a integração das bandeiras começa em março, quando funcionarão com a bandeira tradicional e com a logomarca da Ricardo Eletro. Mas o processo não tem uma data para acabar. “Respeitamos as marcas locais, inclusive deixaremos as duas bandeiras convivendo”, ressalta Nunes. A regra também vale para os canais de e-commerce.

10 bilhões de reais é o faturamento anual da máquina de vendas, grupo que nasceu em 2010 com a fusão de ricardo eletro e insinuante