Um restaurante futurista do leste da China tem androides em sua cozinha e robôs que servem aos clientes deliciosos ravioles ao vapor e verduras fritas. Este pequeno restaurante, que abriu na semana passada em Kunshan, província de Jiangsu, oferece pratos emblemáticos da cozinha regional, mas o serviço não tem nada de tradicional.

Dois robôs dão as boas-vindas à clientela e quatro pequenos androides levam às mesas seus pratos suculentos. "Minha filha me pediu que fabricasse um robô porque queria livrar-se dos afazeres domésticos", explicou à AFP Song Yugang, criador do estabelecimento.

Foi então, ao mexer com robótica, que teve a ideia de criar funcionários mecânicos para seu restaurante. Cada robô custa a Song cerca 4.000 yuanes (R$ 14,7 mil), o equivalente ao salário anual de um funcionário de carne e osso.

"Os robôs entendem cerca de 40 frases e ordens cotidianas. E, principalmente, não ficam doente, não pedem férias", acrescenta Song entusiasmado. O dono do restaurante explica que basta carregar as baterias por duas horas diárias para ter uma autonomia de cinco horas.

Este restaurante futurista não é o primeiro a abrir suas portas na China. Um estabelecimento com pessoal 100% robótico abriu suas portas em Harbin (nordeste) em 2012.

O preço da mão de obra na China aumentou de forma significativa nos últimos anos, incentivando as empresas a acelerar os processos de automatização. 

Confira vídeo: