O advogado Sérgio Gusmão Suchodolski toma posse nesta sexta-feira (5) como diretor-presidente do Banco de Desenvolvimento de Minas Gerais (BDMG). A solenidade será presidida pelo governador em exercício Paulo Brant.

A indicação de Suchodolski para o cargo, segundo o governo do Estado, seguiu os mesmos critérios técnicos adotados na escolha dos demais dirigentes, com avaliação de currículo e processo de seleção.

Sérgio Gusmão Suchodolski é natural de São Paulo, bacharel em Direito pela USP, com mestrado em Direito, pela Harvard Law School, e em Comércio Internacional, Economia e Ciências Políticas, pela Sciences PO – Institut d’Études Politiques, de Paris.

Foi diretor-geral do New Development Bank, o banco do BRICS, em Xangai, na China; vice-presidente para Desenvolvimento Corporativo da Continental Grain Company - Arlon Capital Partners, grupo de investimentos com sede nos Estados Unidos; atuou no setor econômico da Embaixada do Brasil em Washington; foi chefe de Gabinete da presidência do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES); chefe da Assessoria Internacional da Secretaria de Assuntos estratégicos da Presidência da República; e supervisor de Defesa Comercial do Departamento de Relações Internacionais e Comércio Exterior da Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (FIESP), entre outras funções.

Leia mais:
Governo de Minas anuncia Sérgio Gusmão como presidente do BDMG