O candidato ao governo de Minas Jordano Metalúrgico falou sobre as propostas defendidas pelo Partido Socialista dos Trabalhadores Unificado (PSTU) na Sabatina HD desta quarta-feira (19), como a estatização das escolas (com educação 100% gratuita), de empresas e até dos ônibus coletivos. 

Questionado sobre a competência do governador  para reestatizar empresas como a Vale e a Usiminas, Jordano afirmou que o faria por meio de uma revolução. "A partir do momento em que se organizam os trabalhadores, é possível mudar qualquer regra e qualquer legislação. Defendemos uma revolução socialista, por isso chamada rebelião da classe trabalhadora", argumentou.

Segundo Jordano, "o Estado não está quebrado. Aí é questão de privilégio. Pra quem vai manter o privilégio? Pra grande população ou para a buguesia?".

Ele ainda defende o direito de uso de armamento pela população e a legalização das drogas. "Nós queremos a legalização das drogas, porque o problema das drogas gera toda uma situação de dependência química que tem que ser tratada pelo Estado como questão de saúde. E nós temos que investir antes para que a pessoa não seja dependente químico. Legalizando a questão das drogas você pode ter um controle, que hoje não tem nenhum", afirma.

Confira o vídeo:

Leia mais:
Sabatina HD: 'Só não privatizaria a Codemig', diz Romeu Zema
Sabatina HD: Anastasia prevê, se eleito, enxugar secretarias e cortar cargos comissionados