Mostras automotivas pipocam mundo afora numa estratégia de expansão de mercados. Apesar de serem eventos institucionais, todo salão é uma comprovação do potencial daquele mercado que o sedia. E as mostras chinesas, como a de Xangai, têm se destacado não apenas em volume de público e marcas locais, mas também no comportamento das fabricantes globais, que têm reservado para as feiras exclusividades que ficam de fora até mesmo de seus mercados domésticos.

Este ano o Salão de Xangai trouxe lançamentos locais e globais, além de conceitos das principais marcas, enquanto o New York Auto Show (que o leitor conferiu na edição passada), se dedicou a versões de carros já vendidos no mercado norte-americano e na reapresentação de conceitos que já haviam debutado em outras mostras.

Um dos principais destaques da feira chinesa foi o Chevrolet FNR-X Concept, que antecipa a proposta de um utilitário-esportivo (SUV) compacto nos moldes do Nissan Kicks, Toyota C-HR e Honda HR-V. Longe de uma versão final, o conceito foi desenvolvido pelo time asiático de design da General Motors. Outro estudo que chama atenção é o Mercedes-Benz A Sedan Concept, que demonstra como será o “verdadeiro” sedã linha Classe A (uma vez que o CLA é um cupê quatro portas, assim como o CLS).

A Audi levou o E-tron Sportback Concept, que sugere um suposto rival para o veterano BMW X6 e Mercedes-Benz GLE Coupé. O modelo promete unir a esportividade e comodidade de um Gran Turismo com a capacitação fora de estrada de um SUV. E como num carro conceito tudo é permitido, o modelo ainda tem motorização elétrica. São três unidades (uma para as rodas dianteiras e outros dois para as rodas traseiras) que, juntas, somam 435 cv, além da promessa de autonomia de 500 quilômetros.

Locais

Assim como no Salão de Pequim (que alterna com Xangai), não faltaram marcas locais na feira automotiva. São aproximadamente 70 marcas, que fabricam de tratores a carros de luxo. Este ano, fabricantes como Geely (que já vendeu por aqui até 2016), Denza, Rowe, Link & Co, Byd e Hybrid Kinect Group apresentaram estudos e lançamentos que vão ganhar as ruas chinesas muito em breve.