O pedido de desligamento do secretário de Desenvolvimento Econômico de Minas Gerais, Manoel Vítor de Mendonça, foi divulgado nesta segunda-feira (16) pelo governo de Minas sob a justificativa de "motivos pessoais". "O governador Romeu Zema lamenta a saída e agradece os serviços prestados pelo secretário", completa a nota do Estado. 

O texto que anuncia a saída do secretário faz ainda um balanço da gestão dele na Secretaria de Estado de Desenvolvimento Econômico (Sede). Nos sete primeiros meses de gestão, Minas teria registrado a abertura de 99 mil vagas de emprego e ainda assinou protocolos de intenções que garantirão investimentos de R$ 6,2 bilhões com a geração de 5,3 mil postos de trabalho.

"Manoel Vítor foi, ainda, um dos responsáveis pela montagem das equipes de diretorias e conselhos das empresas estatais, selecionando profissionais de mercado com experiência comprovada", disse o governo. 

O secretário continua no cargo até que o seu substituto seja escolhido, o que, segundo a nota, deverá acontecer nas próximas semanas.

"O governador reitera elevada estima pelo secretário. Além de prestigiar a administração com seu conhecimento e sabedoria, Manoel Vítor tornou-se amigo e conselheiro do governador. Romeu Zema deseja ao secretário êxito em seus novos desafios", conclui. 

Leia mais:
Custódio Mattos deixa a Secretaria de Governo
Zema cancela exonerações, tira esposa de Pimentel do Servas e põe mulher do vice-governador no lugar
‘A proposta para a cultura é interagir com o cidadão’, diz secretário-executivo do governo Zema