O secretário de Estado de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável (Semad), Germano Luiz Gomes Vieira, pediu demissão do governo Romeu Zema (Novo). A decisão foi anunciada em nota publicada na conta dele do Facebook, nessa quinta-feira (14). 

No texto, Germano Vieira alegou que vai se “dedicar a novos desafios”, mas seguirá no comando da pasta "até que o governador decida por um substituto”. 

Ele assumiu a Semad em novembro de 2017. Neste período ocorreu o rompimento da barragem do Córrego do Feijão, em Brumadinho, em janeiro de 2019, que deixou 259 mortos. Onze pessoas seguem como desaparecidas. 

“Foi uma longa e produtiva jornada. Modernizamos o Sistema Estadual de Meio Ambiente e Recursos Hídricos (Sisema), implementamos a digitalização dos processos, desburocratizamos procedimentos, implantamos metas de produtividade, com o apoio dos servidores, e enfrentamos com muita responsabilidade a maior tragédia ambiental do país”, disse. 
 
 O governador Romeu Zema ainda não se pronunciou sobre a saída.  

Germano Vieira

Veja a nota de Germano Vieira na íntegra

Comuniquei há pouco ao governador Romeu Zema minha intenção de desligar do Governo. Foi uma longa e produtiva jornada. Nesse tempo que passei à frente da Secretaria de Estado de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável, modernizamos o Sistema Estadual de Meio Ambiente e Recursos Hídricos (SISEMA), implementamos a digitalização dos processos, desburocratizamos procedimentos, implantamos metas de produtividade, com o apoio dos servidores, e enfrentamos com muita responsabilidade a maior tragédia ambiental do país. Busquei conciliar o desenvolvimento com a preservação ambiental.

Como em todo ciclo, o meu chega ao fim. Quero me dedicar a novos desafios. Por isso, optei por me desligar das atividades no Estado. Ficarei no comando da SEMAD pelo tempo que for necessário, até que no governador decida por um substituto. Comandarei a transição para que ela ocorra de forma harmoniosa, sem que haja qualquer tipo de perda para o Estado. 

Servi aos mineiros por 10 anos. Tive a oportunidade de servir na recém-criada Controladoria-Geral do Estado, no Instituto Mineiro de Gestão das Águas, na Fundação Estadual de Meio Ambiente e na Secretaria de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável. Também presidi a Associação Brasileira das Entidades Estaduais de Meio Ambiente (ABEMA), tendo sido eleito com o voto favorável de todos os estados da federação. Fui agraciado ainda com o prêmio Hugo Werneck de Sustentabilidade, o que muito me honrou.

Agradeço aos colaboradores que contribuíram para termos hoje uma Secretaria moderna, eficaz e produtiva.

Agradeço também ao Ministério Público, Tribunal de Justiça, à Assembleia Legislativa e às entidades da sociedade civil e representativas pelo diálogo respeitoso e construção conjunta das políticas públicas. 

Meu agradecimento muito especial e gratidão ao governador Romeu Zema e ao vice-governador Paulo Brant, que me acolheram, acreditaram em meu trabalho e deram condições de realizar todas as mudanças necessárias para a construção de um Sistema dos mais modernos do país.