TOULOUSE - O avião experimental Solar Impulse decolou nesta terça-feira (24) às 07 horas locais (2 horas de Brasília) do aeródromo de Toulouse-Francazal (França) em direção a Payerne (Suíça), a última etapa de um percurso de 6.000 km que completa um primeiro voo intercontinental de um avião de energia solar, constatou a AFP.

Esta aeronave, pilotada por Bertrand Piccard, decolou em um céu sem nuvens depois de uma escala de uma semana neste aeroporto dos subúrbios da cidade de Toulouse (sul), esperando contar com boas condições meteorológicas.

O avião Solar Impulse sobrevoará o Maciço Central e se dirigirá até Lyon, Roanne e Mâcon, antes de se aproximar da fronteira franco-suíça na região de Pontarlier. Depois da fronteira e de sobrevoar o Jura, se dirigirá ao aeródromo de Payerne, onde seu pouso está previsto para as 20h00 locais.

Desta forma, Bertrand Piccard e André Borschberg, pilotos e fundadores do projeto, terão vencido sua aposta ao percorrer, desde 24 de maio de 2012, quase 6.000 km em 8 etapas de uma média de 800 km cada uma, pousando em quatro países em dois continentes diferentes.