Com a expectativa de girar R$ 1,45 bilhão em negócios nos próximos três dias, começa hoje à tarde o 30º Congresso e Feira Supermercadista e da Panificação (Superminas), no Expominas, em Belo Horizonte. O evento é organizado de forma conjunta pela Associação Mineira de Supermercados (AMIS) e pelo Sindicato e Associação Mineira da Indústria da Panificação (Amipão).

O valor significa um crescimento de 3,57% em relação ao ano passado, quando R$ 1,4 bilhão foi negociado. Em tempos de recessão econômica, em que o Boletim Focus do Banco Central prevê uma queda de 3,19% no Produto Interno Bruto (PIB) para o ano de 2016, o número é comemorado pelo setor.

Hoje, a Associação Mineira de Supermercados (Amis) divulgará a atual previsão de crescimento para o setor neste ano. Inicialmente, a entidade havia calculado que o crescimento deveria ser de 0,5%, mas o desempenho já alcançou 2,38% até agosto, e a expectativa é de que seja ainda melhor.

Abrangência

O superintendente da Amis, Antonio Claret Nametala, explica que já há inscritos de todas as regiões de Minas Gerais e que o evento é montado para o supermercadista e o panificador que quer se destacar.

“Ele já começa a estabelecer uma diferença com a concorrência. Hoje, o momento exige atualização, troca de ideias, analisar novas experiências, conhecer experiências positivas”, enfatiza.

O executivo acredita que o cenário vivenciado pelo comerciante e empresário do setor pede ousadia. “Ganha quem vem. A hora não é de esconder, é de se posicionar”, aconselha.

Para 2016, a expectativa da Amis era de que o setor investisse R$ 250 milhões em Minas Gerais, incluindo a construção de 50 novas lojas e a reforma de outras. “O calendário de inaugurações vem sendo cumprido, e deve fechar o ano confirmando essas novas lojas”, explica Claret.

Como atrativo da Superminas, a organização sorteará um carro Fiat Mobi. A cada mil reais em negócios, será distribuído um cupom.

Números

Serão mais de 50 palestras, fóruns e workshops para um público estimado de 53 mil pessoas durante o Congresso. São 430 expositores e 340 novos produtos lançados no espaço de 25 mil metros quadrados.

Segundo Claret, haverá expositores e negociadores de 20 países, principalmente da América do Sul, mas também da Europa e até mesmo do Sri Lanka, na Ásia.

Como novidade, a Superminas terá o Circuito Mineiro de Compras Sociais, em que 20 produtores familiares irão expor mercadorias artesanais, como queijos, geleia e cachaça.

Outro destaque é um stand de vendas de vinhos portugueses que, pela primeira vez, terá um espaço com dedicação exclusiva.

Superminas promete R$ 1,45 bi em negócios