A atriz Tatá Werneck publicou uma homenagem ao seu primeiro namoradinho de infância, que morreu após ser vítima de um deslizamento no ônibus em que estava durante o forte temporal que caiu sobre o Rio de Janeiro na última quarta-feira (6).

"Pelo Jornal Nacional, vi que meu primeiro amor, de criança, meu primeiro namoradinho da escola e amigo desde então, era uma das duas vítimas do ônibus atingido pelo deslizamento. Queria prestar uma homenagem a você, Marinho", escreveu Tatá em seu Instagram nesta sexta-feira (8).

"Uma pessoa doce, de coração bom, filho único, amado, com dois filhos, esposa, que levava uma vida simples e deixa muita tristeza. Nossa infância foi linda e doeu muito receber essa notícia."

Tatá ainda falou sobre como a forte chuva afetou seu dia: "Dormi num carro porque não conseguia voltar - mas isso não se compara em nada com o que muitas pessoas viveram ontem e eu sinto muito."

 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

Hoje vendo o Jornal Nacional , além de toda a tristeza de ver tanta gente perdendo tudo , vendo tanto despreparo para sermos socorridos em momentos como esse (eu por ex dormi num carro no JB pq não conseguia voltar- mas isso não se compara em nada com o que muitas pessoas viveram ontem e eu sinto muito) ...mas o fato é que pelo JN vi que meu primeiro amor, de criança , meu primeiro namoradinho da escola e amigo desde então , era uma das duas vítimas do ônibus atingindo pelo deslizamento. Queria prestar uma homenagem a você, Marinho. Uma pessoa doce, de coração bom, filho único, amado, com dois filhos , esposa, que levava uma vida simples e deixa mta tristeza . Nossa infância foi linda e doeu mto receber essa notícia . Beijos pra minha amiga amada @ninalucena , pra sua mãe Perla que tanto cuidava do Marinho e amava. Parece que o mundo está pedindo socorro pra nós. Que a natureza esta sufocada. E pedindo socorro e sufocados nos sentimos tb.

Uma publicação compartilhada por Tata Werneck (@tatawerneck) em

Leia mais:
Prefeitura do Rio trabalha para reduzir impactos do temporal na cidade
Ainda não há certeza se rejeito de Brumadinho chegará a Três Marias
Sobe para seis o número de mortos em temporal no Rio de Janeiro
Governador do Rio critica prefeituras por ocupação desordenada em encostas
Artistas mostram como foram afetados por temporal no Rio
Tempestade mata cinco pessoas no Rio e prefeitura decreta estágio de crise