Uma lista com os nomes de 1.356 gestores públicos que poderão ser impedidos de disputar as eleições deste ano foi entregue pelo Tribunal de Contas do Estado (TCE-MG) ao Tribunal Regional Eleitoral de Minas Gerais (TRE-MG), nesta terça-feira (14).

A relação inclui os políticos que tiveram as contas julgadas irregulares por decisão do TCE-MG ou que tiveram suas contas de governo rejeitadas pelo Legislativo. A rejeição pelos tribunais de contas pode subsidiar decisões judiciais pela inelegibilidade dos envolvidos, além disso, baseado na lista, candidaturas podem ser impugnadas.

Confira a lista no portal da transparência do TCE-MG.