O teste inicial da chanceler da Alemanha, Angela Merkel, para coronavírus teve resultado negativo, disse um porta-voz do governo nesta segunda-feira, acrescentando que ela passará por mais exames.

Angela Merkel

Angela Merkel entrou em quarentena no domingo depois de ter contato com um médico infectado

Angela Merkel, de 65 anos, entrou em quarentena no domingo depois de ter contato com um médico infectado. O vice-chanceler alemão, Olaf Scholz, disse mais cedo que ela estava saudável, mas trabalhando de casa.

"O teste deu negativo", disse o porta-voz. "Mais exames serão feitos."

Merkel recebeu vacina contra a pneumococo, bactéria que causa a pneumonia, na tarde de sexta-feira, do médico em questão, e entrou em quarentena após saber que ele estava infectado.

No domingo, o chefe de gabinete disse que a chanceler teve apenas um breve contato com o médico que, posteriormente, testou positivo para o coronavírus.

Merkel já disse que não buscará um quinto mandato como chanceler nas eleições federais marcadas para outubro de 2021.

Leia mais:
Efeitos do coronavírus começam a ser sentidos pelo comércio, diz CNC
Cientistas uruguaios desenvolvem kit de diagnóstico para coronavírus
Senador Nelsinho Trad tem alta, depois de ser internado com covid-19