Automóveis híbridos deixaram de ser, há bastante tempo, carros exóticos. Hoje, o carro eletrificado deve combinar a modernidade do conjunto híbrido com refinamento. Como é o caso do Volvo XC40 T5 Hybrid Plug-in R-Design. E há uma razão muito plausível para isso. O automóvel eletrificado é caro. O XC40 híbrido tem preço sugerido de R$ 274.950. Não é o que podemos chamar de acessível.

 

Motor elétrico e baterias elevam consideravelmente o custo de produção. Assim, é preciso agregar conteúdos sofisticados, acabamento impecável e também o lastro de uma marca de prestígio. 

Fato é que esse jipinho sueco é um carro fantástico. O conjunto que combina motor turbo 1.5 de 180 cv e unidade elétrica de 82 cv fazem dele um verdadeiro esportivo. 

Híbrido

E e o melhor, com as baterias carregadas, o consumo é ínfimo. Ele pode rodar até 47 quilômetros apenas na eletricidade e o carregamento em rede doméstica, utilizando carregador Wall Box, leva em torno de 3 horas para regenerar a carga. Assim, se o proprietário roda aproximadamente 40 quilômetros por dia, ele consegue ir e voltar para casa sem gastar uma gota de combustível.

No modo combinado, o consumo de gasolina gira em torno de 22 km/l. E quando se roda só com o motor a combustão, a média ficou na casa de 11,8 km/l. Ou seja, de toda forma, ele bebe pouco.

A motorização híbrida passou a ser item de série na gama de produtos Volvo para o Brasil. A marca já tinha deixado claro que oferecia por aqui somente opções eletrificadas. 

Estilo

O XC40 tem desenho ousado, marcado por sua coluna C. A versão topo de linha agrega imensas rodas aro 20, assim como pintura em dois tons, que elevam a esportividade. 

Assim, a Volvo ao invés de vender um carro exótico amigo do planeta, vende um esportivo de luxo que, como bônus, não agride a Terra. Sacou a diferença?

Raio-x Volvo XC40 T5 Hybrid Plug-in R-Design 1.5

O que é?
SUV compacto premium, quatro portas e cinco lugares.

Onde é fabricado?
Na fábrica da Ghent (Bélgica).

Quanto custa?
R$ 275.950

Com quem concorre?
O XC40 disputa mercado no segmento de SUVs compactos premium como Audi Q3, BMW X1 e X2, Jaguar E-Pace, Land Rover Range Rover Evoque e Mercedes GLA

No dia a dia
O XC40 é um carro que oferece muito conforto no uso cotidiano. Ele parece ser menor do que realmente é. Com 4,42 m de comprimento, ele tem medidas semelhantes a de um Jeep Compass, o que garante bom espaço interno e dimensões de um sedã compacto. Tudo isso garante praticidade na cidade sem comprometer o conforto.

E por falar em conforto, o SUV conta com acabamento impecável, com uso de couro e materiais macios por todos os cantos. A montagem é primorosa, assim como o isolamento acústico.

Sua lista de conteúdos também faz jus ao preço elevado. Ele conta com faróis em LED, controle de cruzeiro adaptativo (ACC), sistema de gerenciamento pelo imenso visor do multimídia. Nele é possível selecionar modos de condução, carregar baterias do motor elétrico e mais uma infinidade de funções, como conexão para celulares, câmera de ré, GPS nativo e sistema de diagnóstico do carro.

Completa o conjunto o teto-solar panorâmico, a abertura do porta-malas por sensor no para-choque, faróis Full LED e rodas aro 20. O que ficou faltando foi a câmera 360 graus, mas os sensores dianteiros e traseiros evitam que o amigo dê um “beijinho” na hora da baliza. 

Motor e Transmissão
Os 262 cv combinados dos motores 1.5 turbo e o módulo elétrico fazem desse jipinho um automóvel muito esperto. Os 43,5 mkgf de torque dos dois motores garantem muita força para o SUV. A relação dos motores com a caixa automática de dupla embreagem e sete marchas é perfeita, com trocas imediatas e imperceptíveis.

No entanto, apesar do excesso de força, a tração é apenas dianteira, o que não faz dele uma opção para aventuras fora de estrada, principalmente pelos pneus de banda larga e ombro estreito. 

Como bebe?
O consumo varia. No modo elétrico ele roda 47 quilômetros sem uma gota de gasolina. No modo eficiente, os motores trabalham para o menor consumo de combustível até as baterias descarregarem. Nesse modo ele registrou 22 km/l, na cidade. Rodando apenas com o motor térmico, ele anotou 8,0 km/l na cidade e 12,5 km/l no trajeto rodoviário.

Suspensão e freios
O conjunto de suspensão do XC40 é independente nas quatro rodas e conta com acerto bem firme. O gerenciamento eletrônico garante uma estabilidade ímpar ao sueco, que aceita curvas fechadas sem aliviar o pé, graças ao auxílio do motor elétrico nas rodas traseiras.

Já os freios utilizam discos ventilados nas quatro rodas, e contam com sistema de frenagem automática, Auto Hold (que mantém freio acionado quando parado, sem pisar no pedal) e assistente de partida em rampa (Hill Hold). Ele oferece controles de estabilidade (ESP) e tração.

Palavra final
O XC40 T5 Hybrid Plug-in R-Design é um carro superlativo. Apesar de ser o “caçula” da gama Volvo é um dos modelos mais práticos e interessantes da marca, oferece desempenho de esportivo, conteúdos de modelos de porte superior e a eficiência de um carro popular. O único senão é preço. Mas para quem pode torrar quase R$ 300 mil num automóvel, é uma excelente opção.